Samara Sieber e a Poesia no seu Corpo — Beia Carvalho — Palestras

Quer ficar por dentro do futuro? Fácil. Deixe seu email e receba os super artigos da Futurista Beia Carvalho 😉

 
10 de dezembro de 2016

Samara Sieber e a Poesia no seu Corpo

Mulher em Versos, a Poesia do Corpo

Entrou o email dela: “Béééiaaaaaaaaa, saiu! O projeto da minha vida.

Para tudo. Não tem nada mais importante no meu dia, que comemorar o projeto da vida de alguém. Ou, como ela mesmo diz “Projeto da vida. Projeto de vida”.

Li, pulei de alegria (aquele pulo lá dentro da gente), liguei pra ela, falamos, trocamos mensagens, comemoramos. Desde aquele momento, fui invadida por aquela tensão de escrever tudo que sei desde o embrião deste projeto. Só consegui fazer isso hoje. Dizem que o melhor dia de se abrir um vinho especial é o dia que você o abre.

Se pudesse me ler, começaria por onde?

“se pudesse me ler, começaria por onde?os melhores momentos ou os galhos podados? se pudesse me ler, devoraria tudo ou degustaria os capítulos, os ciclos, as etapas, as ondas, len-ta-men-te?”

A sensual poeta Samara Sieber

O projeto que hoje foi parido e vive como Lírica – Poesia de Marca, começou há 3 anos, em um dos meus workshops, o Let’s Network Together. Desde os ventos daquela ideia, muita ralação e prototipagem rolaram. Ralação que dói, deixa a gente doente. Dizem que inovação leva 10.000 horas de nosso suor!

A ideia virou negócio para ela e para as Lojas Marisa. O produto é Mulher em Versos, a Poesia do Corpo. São tatuagens temporárias, que estarão à venda em todas as lojas Marisa Lingerie, daqui 10 dias, em 20 de dezembro. E também no e-commerce marisa.com.br

Como diz Samara, a criadora de Mulher em Versos, a Poesia do Corpo, “o projeto é um livro para ser experimentado na pele. Cada página é uma tatuagem temporária com poemas e um design diferenciado, especialmente pensados para serem aplicados no corpo.

É um exercício de autoestima e sensualidade, que convida mulheres a exercitarem múltiplas leituras do próprio corpo, suas interações e experiências pessoais.” Lindo, não?

Muito vai ser escrito sobre esse produto-experiência. Porque quem o “veste” experimenta, experiencia e transpira sensualidade. Tive a chance de registrar a reação das pessoas frente aos versos-tatuados-no-corpo, sem saber que o corpo era da própria criadora e empresária. É fantástico!

Os versos parecem estar imantados e com a mesma força com que nos atraem e nos magnetizam, nos levam a uma instantânea viagem às nossas almas. Ao mergulhar nas poesias tatuadas, nossos olhos deixam, por um lapso de tempo, o mundo complexo e exaustivo, ao nosso redor, e repousam sobre os versos que temporariamente estão residindo naquele ombro, naquele braço ou no colo de uma linda mulher. Uma rodovia expressa que nos leva e nos eleva para etéreo.

A inspiração de Samara veio do filme The Pillow Book, de Peter Greenaway.

De onde vem as ideias? A de Samara Sieber veio quando assistiu ao filme The Pillow Book, de Peter Greenaway.

“Achei muito instigante e sensual a ideia de ter o corpo escrito” – explica a diretora da Lírica – Poesia de Marca, empresa que criou o produto. “A brincadeira começa no momento em que cada mulher escolhe uma parte do corpo para aplicar a tatuagem, assim como o poema que vai falar mais alto no local e a ocasião escolhida”, explica.

As dicas de aplicações vem da própria poeta: “Para a mulher que prefere ‘sussurrar’, a sugestão é usar as páginas na nuca ou embaixo do seio. Para quem prefere ‘falar mais alto e com mais pessoas’, a ideia é usar locais do corpo que ficam em evidência, como o colo, o braço, a perna. Tudo depende da situação e da intenção.” Samara diz que os poemas “muito mais que enfeitar o corpo, enfeitam a alma e empoderam. O corpo, por si, já fala. Com Mulher em Versos ele rasga o verbo, porque a palavra é toda de quem a veste”.

A empresária Samara comemorando com a californiana Professora de Capoeira Sarará

Uma das frases que mais gosto de Samara e que tenho guardada em sua tarefinha para o workshop de 3 anos atrás é essa:

“O ser humano é meu principal laboratório, a poesia é consequência”

Olhando para o lançamento de “Mulher em Versos, a Poesia do Corpo” vemos que muito água rolou pela ponte e muitas outras expertises essenciais aos negócios foram acumuladas por esta mulher batalhadora e ciente do propósito de seu trabalho de conceituar a poesia de marca.

Nesta primeira edição, as Lojas Marisa vão comercializar 10 páginas, contendo 11 tatuagens. A partir de 20 de dezembro, prepare-se para expor toda a sua poesia, ao ao caminhar pela vida, “lembrando que as tatuagens são temporárias, mas as palavras não.”

E em época crise, “Mulher em Versos” faz o mais poético de todos os presente de Papai Noel.

Se você como eu ficou apaixonado por esta ideia e quer que a Lírica, Poesia de Marca desenvolva algo exclusivo para sua marca, não se acanhe. Fale com a Samara, em seu atelier de criação, ou estúdio de contar histórias. Lá, a sua marca declamará poemas que fazem a alma significar.

Obrigada, Samara, por me presentear com esta notícia e por sua linda mensagem: “Beia OBRIGADA POR TUDO, desde a legenda que você colocou na minha foto, no dia que eu participei do Let’s. Nunca a esqueci e ela me aqueceu por esses anos todos. Palavra de mulher!”

Hoje você me aqueceu e me empoderou a dar mais importância ao meu trabalho. OBRIGADA, Samara. Missão cumprida!

Para contatar Samara Sieber: 11 99557 9321 lirica.books@gmail.com

Facebook: /LIRICAPOESIADEMARCA